Análise: DJI Mavic Mini é realmente bom?

Sumário

A DJI revolucionou o mercado com a linha de mini drones! Portabilidade é a palavra, certo? O Mavic Mini, assim como seus sucessores, o DJI Mini 2 e o Mini 3 Pro, são os drones mais leves e dobráveis do mundo.

E qual é a parte mais importante ao analisar se ele é uma boa opção? As configurações, bem como as necessidades do usuário!

O drone DJI Mavic Mini é a resposta para quem tem algum receio de voar com um drone, ou que se preocupa com toda a burocracia que precisa ser feita nas agências reguladoras, como é o caso da Anac aqui no Brasil.

Então, se você quer praticidade, deseja fazer um investimento baixo, e está em busca de uma aeronave de entrada para o fantástico mundo dos drones, talvez esse seja o modelo certo para você.

Mas calma, as configurações devem condizer com o que você precisa, dessa forma você não vai faz um investimento em um drone que não atenda as suas necessidades.

Além disso, infelizmente ele não atende à todos usuários, já que falta uma configuração importante que você vai saber ao longo do texto. Será que o DJI Mavic Mini é realmente bom?

Neste post, falarei sobre cada detalhe das configurações, modos de voo, prós e contra. Se você quer saber mais sobre o Mavic Mini, continue a leitura. 

Drone DJI Mavic Mini aberto em cima de uma mesa de cor creme

Nossa crítica

Se você não precisa gravar vídeo em 4K, o Mavic Mini continua sendo um dos melhores drones para iniciantes adquirirem. O Mavic Mini foi sucedido pelo DJI Mini 2 e pelo Mini 3 Pro, que tem o grande diferencial de gravar em 4k.

Ainda assim, o drone DJI Mavic Mini, oferece uma mistura que revolucionou o mercado com sua portabilidade, qualidade, um preço de entrada no mundo dos drones relativamente barato.

Por pesar menos de 250gr não é necessário registro na maioria dos países e, ainda assim, mantém uma bateria que dura em média 30 minutos.

O Mavic Mini não é só sucesso e conta com alguns problemas, como qualquer modelo de drone. Embora o peso leve seja, alguns sacrifícios foram feitos para chegar nesse tamanho. 

Seus recursos de imagem e vídeo não são tão potentes. A resolução de vídeo do drone DJI Mavic Mini é de 2.7k, com taxa de quadro de 30fps, o que para entusiastas é suficiente, mas se você se define como videomaker, provavelmente vai sentir falta da resolução 4K que suas versões sucessoras apresentam.

O Mavic Mini não é à prova de colisões, isso se deve à falta de sensores para evitar obstáculos nas laterais, na frente ou atrás, como encontrado no DJI Mavic 2 Pro

Esse modelo mini conta apenas com sensores na parte de baixo, ajudando a fazer pousos suaves, junto com um medidor de bateria e uma luz, mesmo a noite é possível você manter ele na sua linha de visão e não perder seu mini drone no céu.

O drone DJI Mavic Mini conta com bateria removível em um compartimento na parte de trás do drone, onde você encontrará um slot para cartão micro SD e a entrada micro USB, junto com seu botão de ligar/desligar

Outros pontos

No controle remoto é possível conectar seu smartphone com clipes na parte inferior que irão protegê-lo, para ter a visão da câmera do Mavic Mini nas suas mãos é necessário instalar o aplicativo DJI Fly, disponível para Android e iOS.

Recomendo que você verifique se o seu smartphone está na lista dos dispositivos compatíveis antes de comprar para que não tenha nenhum estresse desnecessário.

Junto com o mini drone vem os cabos para conectar seu controle com smartphone, tendo as opções lightning, micro USB e USB-C na caixa.

Se você quiser mais tempo de voo, a DJI vende um pacote atraente, o Kit Fly More. Por R$3.300,00 o kit adiciona duas baterias extras (você vai ter um total de três), proteções da hélice (super útil), um carregador de bateria múltipla e uma maleta de transporte, junto com alguns outros itens extras. 

Um preço adicional pequeno comparado aos benefícios do equipamento.

Drone Mavic Mini aberto na palma da mão de um homem
Avaliação
4.3/5

O drone DJI Mavic Mini é leve e não precisa ser registrado. Ideal para iniciantes ou entusiastas, que não busquem uma imagem em 4K, mas querem contar com uma tecnologia de ponta da DJI.

Prós

Contra

Controlador Mavic Mini

Controlador do Mavic Mini conectado com um celular mostrando a imagem de um drone

O controlador em si é bastante básico. Assim como qualquer outro, não possui tela, tem suporte para celular, servindo até modelos grandes como os Iphones Plus. 

O joystick esquerdo, controla a altitude e rotação do drone. O joystick direito, move o Mavic Mini para frente, para trás, para esquerda e para direita. Todos os joystick são removíveis, o que facilita na hora guardar o controle.

É possível controlar a inclinação da câmera numa roda à esquerda. Já o botão para gravar fica no ”ombro” esquerdo, enquanto que para fotografar no ”ombro” direito.

Não há controle analógico para ajustar o brilho, por exemplo. Neste caso é necessário usar a interface do app direto no celular. As portas para conectar seu telefone ficam do lado esquerdo. 

O drone DJI Mavic Mini também vem com cabos Lightning, micro USB e USB-C. Lembre-se de verificar se o software do seu celular é compatível com o app DJI Fly.

Preparar seu controle para voo do drone DJI Mavic Mini é super rápido. Basta conectar os cabos do controlador no celular, apertar os joysticks e iniciar o app. Você vai levar cerca de um minuto.

Também pode usar um acessório como protetor solar de controlador e melhorar a visibilidade da tela independente da iluminação do sol.

Conectividade irregular do Mavic Mini

Drone Mavic Mini voando em um dia ensolarado com céu azul e algumas nuvens densas um pouco acinzentadas

Qualidade das Fotos e vídeos

A conexão do drone DJI Mavic Mini é via wi-fi. Ele transmiti a imagem de vídeo ao vivo para o controle conectado no celular. É comum que o DJI Mini sofra com conexão irregular em um ambiente com grande interferência como em centros urbanos. 

Em nossos testes houve pequenos travamentos no feed de vídeo com distâncias de até 200 metros. Recebemos mensagens de alguns amigos que tiveram interferência RC no app a partir de 90 metros. 

A interferência gera preocupação, já que o drone DJI Mavic Mini é vendido principalmente para os iniciantes. Em um ambiente com grande interferência, pode causar instabilidade e, por consequência, um desastre. 

Não é necessário se desesperar ou desistir do modelo. O drone DJI Mavic Mini tem recursos de segurança integrado, que evitam esses contratempos. Possui GPS + GLONASS, para estabilizar o drone. E a função back to home automatizada.

Uma dica que deu certo em nossos testes foi colocar o smartphone em modo avião, o que estendeu consideravelmente o alcance. O drone DJI Mavic Mini, em um espaço sem interferência e, em área aberta, voou a um pouco mais de 3km. A distância máxima indicada pela DJI é de 4 km.

Bateria

A bateria do drone é de 2400mAh, o que permite que ele voe por cerca de 30 minutos na maioria das condições. O controle tem bateria de 2600mAh, fornecendo bateria para algumas horas sem o menor problema, além de carregar o celular enquanto conectado.

Esse DJI Mini, na intenção de livrar sua pele de problemas legais, evita que você entre em espaço aéreo proibido. Também é possível definir um alcance máximo de voo, que pode ser alterado em qualquer momento com a função Geofence dentro do aplicativo DJI Fly.

Qualidade das Fotos e vídeos do Mavic Mini

Imagem tirada por um drone DJI Mavic Mini de uma grande cidade cercada por montanhas e um grande rio passa no meio dessa cidade.

O drone DJI Mavic Mini grava vídeos de 2.7k a 30fps, ou 1080p a 60fps. Infelizmente, assim como não tem qualidade 4K de imagem, também não é possível usar 24 quadros por segundo. Apesar de chegar perto com seus 25 fps, não é exatamente o visual cinematográfico que gostaríamos. 

Dessa forma, a DJI consegue nos ”obrigar” a comprar modelos de drones maiores e mais profissionais, como o Mavic Air ou Mavic 2 Pro, para quem deseja um visual de cinema. Justo ou não, é dessa forma que funciona. 

Para usar a câmera lenta, é necessário diminuir a resolução para 1080p, e aumentar a taxa de quadros para até 60fps. 

A câmera contém um gimbal de 3 eixos que realmente deixa as imagens muito estáveis, como qualquer produto da DJI. Mesmo quando o drone está girando ou freando, uma vantagem para capturar imagens POV. 

Seu sensor CMOS de 1/2.3 polegada é do tamanho da maioria dos smartphones de primeira linha. Ele captura imagens em 12MP. O ângulo de visão é bem parecido com uma lente full-frame de 24mm, com abertura f / 2.8 fixa.

O drone DJI Mavic Mini tem uma variedade de modos como, o modo esportes, podendo chegar a 46,8 Km/h de velocidade máxima. 

O modo CineSmooth que diminui a velocidade, enquanto é capaz de tirar fotos mais suaves e com mais detalhes.

Apesar de não ser um drone profissional, o Mavic Mini é capaz!
Um drone Mavic Mini dobrado na palma da mão de uma mulher com um fundo cor cinza claro

Intuitivamente você ajustará a inclinação da câmera manualmente. No app DJI Fly você vai encontrar modos automatizadas como, modo Dronie e Rocket, que se afastam de um objeto marcado. 

O Orbit e Helix, que fazem com que o drone voe em torno do objeto formando um círculo. Com isso o drone DJI Mavic Mini é capaz de gravar imagens com aspecto profissional. 

Apesar de serem muito simples de usar, antes de ativar os modos no drone DJI Mavic Mini, você deve prestar muita atenção, O Mavic Mini não conta com sensores de objetos em todas as direções e pode sofrer um acidente. 

Caso você não seja experiente, recomendamos sempre o uso desses modos em área aberta.

Se você está buscando recursos avançados, como gravar em baixo contraste, deve procurar outros modelos mais avançados, como o DJI Mavic 2 Pro, já que o Mavic Mini configura apenas o perfil de cor padrão.

Apesar de não ter todo o potencial de um drone DJI profissional, o Mavic Mini é muito capaz. A qualidade de imagem do drone DJI Mavic Mini é ótima, se analisada a proposta da DJI na criação de um mini drone. 

Apesar de não ter uma qualidade de um cineasta profissional, é boa o suficiente, além de ser possível fazer inserções contínuas com outras filmagens.

O Mavic Mini devido ao seu sensor de 1 / 2,3 polegadas, não é o melhor modelo de drone para ambientes com pouca luz. Apesar de quando usado no modo manual, com a velocidade do obturador de até 4 segundos e ISO 3200, seja possível utilizar as fotos de ambientes mal iluminados. 

No caso dos vídeos, será necessário passar por uma boa edição, se você estiver em um ambiente com pouca luz.

Análise final do Mavic Mini

O DJI Mavic Mini é um excelente drone de entrada para quem tem baixo orçamento. É perfeito para entusiastas que desejam gravar imagens de qualidade e fazer manobras. Além disso, a facilidade de não precisar registrar o drone conta muito.

Ele é o drone para todos. O design leve, assim como o preço, certamente o torna o drone de entrada da DJI, que muitos pilotos de primeira viagem irão desejar.

Afinal, é muito mais fácil tomar a decisão de investir R$3.000,00 em um drone, do que em um modelo grande que custa de R$10.000,00 a R$15.000,00.

Se você vai voar pela primeira vez, tome cuidado. As capacidades de voo desse mini são mais robustas do que você esperaria de um quadricóptero tão pequeno. 

O drone é tão rápido e responsivo que é fácil levá-lo para longe de casa. A distância padrão permite que o drone voe muito além do alcance visual.

Ah, redobre sua atenção em lugares apertados!

Mas vamos olhar para o que existe de melhor. Apesar dos adendos em relação ao alcance da transmissão, a DJI faz outras coisas para manter esse drone longe de problemas. 

Esse mini drone reconhece e identifica o espaço aéreo restrito no mapa e, além disso, tem o retorno para casa. O pouso acontece com um toque, e um recurso Find My Drone, que registra sua última posição conhecida. 

Estes são modos que estão muito além do que outras marcas oferecem, especialmente a esse preço.

O Mavic Mini não é o home run que muitos aspirantes a piloto e fãs da DJI esperavam. No entanto, há espaço para algumas melhorias por meio de atualizações de software.

Logo do site Eagle Drone pro na cor branca